Dino Franco e Mourai - Cheiro de Relva

[postlink] http://vozesdocampo.blogspot.com/2011/03/dino-franco-e-mourai-cheiro-de-relva.html[/postlink] http://www.youtube.com/watch?v=TifxGeNp1noendofvid
[starttext] 
Oswaldo Franco, o Dino Franco, nasceu em Paranapanena (SP) no dia 08 de setembro de 1936 e Luiz Carlos Ribeiro, o Mouraí,  nasceu em Ibirarema (SP) no dia 19 de julho de 1946 e faleceu em Catanduva (SP) no dia 16 de outubro de 2005
Na década de 50, Dino Franco trocou o interior paulista pela Capital e adotou inicialmente o nome artístico de Pirassununga. Atuou com Tibagi (o mesmo que havia acabado de desfazer a dupla com Zé Marciano e que depois havia feito dupla com Miltinho). Apresentava-se também no programa "Arraial da Curva Torta" (produzido e apresentado por Ariowaldo Pires, o Capitão Furtado).
Em São Paulo, na década de 60, cantou com diversos parceiros usando também nomes artísticos diversos. Em 1960, por exemplo, adotou o nome artístico de Junqueira quando cantou em dupla com Juquinha. Foram 15 parceiros com os quais Dino Franco cantou em dupla nessa década, entre os quais Biá, Belmonte e Piratininga. Em 1968 adotou em definitivo o nome artístico de Dino Franco.
Em 1972, Dino Franco firmou contrato com a gravadora Chantecler como produtor e diretor da Linha Sertaneja. Em seguida, formou a dupla com Biá. "Biá e Dino Franco", foi uma dupla de sucesso, sendo que Biá (ou Sabiá - Sebastião Alves de Cunha nascido em Coromandel-MG em 1927) foi o mesmo que também fez dupla com Palmeira.
E em 1979 Dino Franco formou dupla com Mouraí e foram pioneiros na regravação de antigos sucessos da Música Sertaneja, tais como "Sertaneja" e "A volta do caboclo".
Em seu trabalho sempre procuraram cultivar a Música Caipira Raíz e se destacaram também com temas de inspiração ecológica, como por exemplo "Manto Estrelado" (Dino Franco - Tenente Wanderley).
Dino Franco também produziu e apresentou algumas peças teatrais juntamente com Liu e Léu, Abel e Caim e Zico e Zeca. Dino Franco tem merecido destaque como excelente compositor, especialmente na Moda de Viola, com inúmeras composições que têm sido gravadas pelas mais renomadas duplas caipira raiz.

Fonte: http://radioterra.am.br/artistas/dino-franco-mourai/


Cheiro de Relva
(Dino Franco/José Fortuna)

Como é bonito estender-se no verão
As cortinas do sertão na varanda das manhãs
Deixar entrar pedaços de madrugada
E sobre a colcha azulada
Dorme calma a lua irmã

Cheiro de relva
Trás do campo a brisa mansa
Que nos faz sentir criança
A embalar milhões de ninhos
A relva esconde as florzinhas orvalhadas
Quanse sempre abandonadas
Nas encostas dos caminhos
A juriti madrugadeira da floresta
Com seu canto abre a festa
Revoando toda a selva
O rio manso caudaloso se agita
Parecendo achar bonita
A terra cheia de relva

O sol vermelho se esquenta e aparece
O vergel todo agradece
Pelos ninhos que abrigou
Botões de ouro se desprendem dos seus galhos
São as gotas de orvalho
De uma noite que passou
[endtext]
This site does not store any files on its server.We only index and link to content provided by other sites.If you have any doubts about legality of content or you have another suspicions, feel free to contact us HERE - Thank you.

0 comentários:

Postar um comentário

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))